Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Gerir o nosso tempo...

por Passaporte Açoriano, em 05.01.16

é um enorme desafio. Cada vez aparecem mais coisas para fazer, mas a duração do "nosso" tempo é sempre igual... 

Partilho com vocês uma pequena história, já conhecida por muitos, mas que muitas vezes esquecemos com todas as exigências a que somos sujeitos no nosso dia-a-dia... 

Com isto, quer-vos desejar um FELIZ ANO DE 2016, em que nunca percamos a confiança em nós próprios para alcançarmos tudo aquilo que desejamos...

.

 

O que cabe no nosso nosso tempo?

 

Um professor quis demonstrar um conceito aos seus alunos.

Tirou debaixo da mesa um frasco de boca larga e colocou-o em cima da mesa, junto a uma bandeja de pedras do tamanho de um punho. Colocou dentro do frasco as pedras que couberam e perguntou aos seus alunos:

“Está cheio?”

Unanimemente responderam:
“Sim!”

Então o professor pegou num saco com gravilha. Despejou parte da gravilha dentro do frasco e agitou-o. As pedrinhas penetraram pelos espaços deixados pelas pedras grandes. 

Então perguntou aos alunos:
“E agora, está cheio?”

Desta vez alguns estavam hesitantes, mas a maioria respondeu:
“Sim!”

O professor levantou uma lata de areia e começou a derramar a areia para dentro do frasco. A areia infiltrava-se nos pequenos buracos deixados pelas pedras e pela gravilha.

Pela terceira vez o professor perguntou:
“Então, está cheio?”

Agora, a maioria dos alunos estava receosa. mas novamente muitos responderam:
“Sim!”

O professor então pegou numa jarra de água, que começou a verter para dentro do frasco. O frasco absorvia a água sem transbordar. 

Neste ponto, o professor perguntou à turma:
“Qual o objectivo desta demonstração?”

Um aluno respondeu:
“Não importa que a nossa agenda pareça estar cheia; se quisermos, sempre conseguimos fazer com que caibam mais coisas.”

“Não exactamente.” Respondeu o professor. “O que esta lição ensina, é que se não colocarem as pedras grandes primeiro, nunca poderão colocá-las depois. As pedras grandes são as coisas realmente importantes na nossa vida, que representam o nosso crescimento pessoal e espiritual, ou seja, nós próprios, os nossos filhos, a pessoa amada, os amigos, os sonhos, a nossa saúde… Se  dermos prioridade às grandes pedras, todas as outras coisas se ajustarão por si, encontrando o seu lugar na nossa vida.” "

Autoria e outros dados (tags, etc)


Tempo... #1

por Passaporte Açoriano, em 02.02.15

É só de mim que o tempo foge?

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:


Mais sobre mim

foto do autor


Posts mais comentados