Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]





Quando nos bate à porta...

por Passaporte Açoriano, em 23.02.15

 

Não deve haver dia nenhum em que o cancro não entre na nossa vida. Pela televisão, pelos jornais e revistas, porque há um amigo que conhece alguém que tem um cancro... 

O cancro passa a ter outro significado quando esse alguém é um dos nossos. O chão que pisamos é-nos puxado sob os pés. O sangue deixa de circular para o cérebro. Deixamos de conseguir pensar. O pânico invade todos as células do corpo, paralisando-o. Passado o choque, o corpo e a mente deixam de ter forças, quer-se cair no chão. Depois suplica-se para que alguém nos diga que não é verdade...

A primeira descoberta é mau, mas existe sempre uma certa ignorância sobre o caminho que é necessário percorrer. À segunda descoberta já se consegue prever o que vai acontecer, e como... É das poucas situações em que a ignorância é uma bênção...

Como na maioria dos casos, a pessoa em questão não merecia passar por isto. Muito menos duas vezes.  É impossível não deixar de pensar nos filhos de p --- que andam para aí, cheios de saúde a dar cabo da vida dos outros. Começo, sinceramente, a acreditar que a maldade conserva e dá saúde...

Tenho fé, em quê, é que ainda não descobri....

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:



Mais sobre mim

foto do autor